Cartaz classificado para a BICiBé 2019
16/05/2019
Nessa edição da Bienal de Cartazes da Bolívia 2019 foram inscritos 10.673 cartazes, de 87 países! E dizem que cartaz não existe mais, não tem relevância... Aliás a régua foi alta, 340 classificados, ou seja, menos de 4% 😳 Meu cartaz, para a Cia Delírio de Teatro foi selecionado. Obrigado BICeBé. Thanks BICeBé.
From How to Wow :)
6/03/2019
Acredito que todo mundo da minha geração cresceu profissionalmente curtindo e admirando os mesmos designers e bebendo das fontes que, com dificuldade, chegavam às nossas mãos. A revista Gráfica (brasileira, portanto mais acessível), a Graphis (revista e anuários), os The End of the Print, do David Carson, e The Graphic Language of Neville Brody, os livros de logo design modernistas. Enfim, na falta de blogs e sites, corríamos para as bibliotecas das agências e estúdios de design ou, quando em São Paulo, para as livrarias da Av. Paulista. 
Eu, que nos anos 1980/90 vivia com a cara enfiada em referências, muitas vezes copiando mesmo pra ver se aprendia, sempre me perguntava como fazer para algum dia ter trabalhos publicados nesse nível. How?
O tempo passou, os trabalhos foram melhorando e sendo reconhecidos em prêmios e bienais e, em 2009, o Miran me deu o prazer de poder ver meu trabalho publicado na Revista Gráfica 66/67 (28 páginas), na mesma edição que estavam Solda, Junior Lopes e Arthur Wischral. Em 2018, a ABCDesign (que só foi virar referência muito tempo depois) publicou 10 páginas com meus cartazes e um excelente texto, em sua belíssima edição 58. Na verdade, são mais de 50 livros, catálogos e revistas, no Brasil e fora dele, com trabalhos meus publicados.
E agora, em abril de 2019, sai a edição 360 da Revista Graphis (agora com o nome de Graphis Journal), na qual dedicaram 10 páginas ao meu portfólio, dessa vez ao lado de Sagmeister & Walsh, Jisuke Matsuda, Michael Schwab, entre outros. São cartazes para teatro e cultura feitos para a Delírio Cia de Teatro, Curious Cia de Teatro e RedHook School, e também trabalhos de identidade para clientes como Positivo Tecnologia, SESI SC, Prefeitura de Curitiba, Fundação Cultural de Curitiba, GVT, Bree, Prodesign>Pr e Youtz. Além disso, uma entrevista e textos de apresentação de designers maravilhosos como Miran, Rico Lins, Marina Willer e Jisuke Matsuda, somados à introdução feita pela lenda viva do cartaz polonês, Andrzej Pagowski. Wow!
Demorou e deu trabalho, mas, 30 anos depois dos pensamentos e dúvidas de como fazer isso, a resposta à minha pergunta de que se algum dia eu teria trabalhos publicados nesse nível, é SIM. Nesse momento, que sinto como o melhor da minha carreira, concordo plenamente com o que disse a Lady Gaga na entrega do Oscar: “Até a paixão exige disciplina, não é sobre quantas vezes seu trabalho é rejeitado, mas sim sobre quantas vezes você levanta e continua tentando”.
Para mais informações ou comprar a revista clique aqui.

From How to Wow :)
03/06/2019
I believe everyone from my generation has grown professionally enjoying and admiring the same designers and picking on the same sources that would hardly get to our hands. The Gráfica magazine (Brazilian, thus more accessible), Graphis (magazine and annual catalogue), David Carson’s The End of the Print, and Neville Brody’s The Graphic Language, the modernist logo design books. Anyway, with no blogs and sites, we would run to the libraries in the agencies and design studios or, when in Sao Paulo, to the bookstores at Avenida Paulista.
In the years 1980/90 I had my head buried in references, many times copying to see if I would learn, and I asked myself constantly how I could get my work published like this. How?
Time passed, my work got better and acknowledged in awards and biennials and, in 2009 Miran gave the pleasure of seeing my published on Gráfica magazine 66/67 (28 pages), along with Solda, Junior Lopes and Arthur Wischral. In 2018, ABCDesign (that became a reference later in my professional life) filled 10 pages with my posters and an excellent article in its beautiful 58th issue. In fact, currently there is more than 50 books, catalogues and magazines, in Brazil and abroad, published with my work.
And now, April 2019, in the issue 360 of Graphis magazine (now called Graphis Journal), they dedicated 10 pages to my portfolio, this time alongside with Sagmeister & Walsh, Jisuke Matsuda, Michael Schwab, and others. There are cultural and theatre posters designed for Delírio Cia de Teatro, Curious Cia de Teatro, and RedHook School; also, visual identity works for Positivo Technology, SESI SC, Prefeitura de Curitiba, Fundação Cultural de Curitiba, GVT, Bree, Prodesign>Pr, and Youtz. In addition, an interview and presentation texts from amazing designers, such as Miran, Rico Lins, Marina Willer and Jisuke Matsuda, beside the introduction written by the living legend of Polish poster school, Andrzej Pagowski. Wow!
It took a while and some hard work, but 30 years later of thinking and questioning how to do this, the answer to my question of having my work published in this level is YES. Right now, I think this is the top moment in my career, and I couldn't agree more with Lady Gaga at the Oscars: “There’s a discipline for passion and it’s not about how many times you get rejected, [...] it’s about how many times you stand up and are brave and you keep going.”
For further information or to buy the magazine click here.

Do Blog da Graphis
9/01/2018
Marcos Minini’s poster design continues to draw attention. In 2018, his Silver-winning work “Creating Effectiveness” (ABOVE, LEFT) used motion-filled typography to draw attention to an event at Red Hook School. The bold letters surround the school’s small logo in the center, which appears to be stationary among the moving type. Recently, Minini submitted “Improváveis (Unlikely)” (ABOVE, RIGHT) to Poster Design Annual 2020. Again, an illusion of movement enhances his poster’s typography. In his own words, Minini related his approach to us: “The poster’s inspiration comes from chaos theory, where flapping wings of a butterfly in one place in the world can trigger unexpected reactions elsewhere on the planet. It suggests the driving of these conversations, which always have a planned starting point, but never an end point.”
Post Completo aqui
Shakespeare na Hungria
8/10/2018
O cartaz para a peça Um Ricardo III acaba de ser selecionado para a 2nd PosterFest Budapest 2018 - o evento acontecerá em novembro.
Exposição na galeria Retroavangarda.
01/10/2018
No dia 27 de setembro inaugurou, em Varsóvia, a exposição The collection of Retroavangarda and Korekta Gallery. Nove dos meus cartazes fazem parte da exposição que ficará aberta até o dia 31 de outubro. Uma honra expor meus trabalhos no país que é a maior referência mundial na produção de cartazes e inspiração desde sempre para mim.
Graphis Branding 7
20/08/2018
Saiu hoje o resultado da Graphis Branding 7 e tive 2 projetos que receberam medalhas: as identidades criadas para a Youtz e para a Vai Pro MundoCom essa já são 22 medalhas entre a Graphis Poster, Graphis Design, Graphis Logo Design e Graphis Branding.
Retroavangarda Gallery of Friends 
14/08/2018

O site a galeria polonesa adicionou uma série de cartazes meus na sua galeria online. A Retroavangarda iniciou como uma plataforma virtual para promover a arte contemporânea e artistas de todo o mundo, no entanto, logo passou a organizar exposições reais. Em abril deste ano, a RA recebeu a oportunidade de operar no moderno espaço do Jerozolimskie Business Park, ao mesmo tempo em que se encaixou na tendência mundial de adaptar instalações comerciais para as necessidades de promoção de arte. No seu acervo figuram importantes nomes das artes plásticas e gráficas mundiais. A galeria é conduzida por Anna Kłos, professora universitária, designer e colecionadora de arte.
Trabalhos selecionados para duas bienais de cartazes.
31/07/2018
Duas ótimas notícias desde sábado: primeiramente selecionado para a Global Biennale of Graphic Design Moscow e hoje selecionado para a Ecuador Poster Bienal :)
Parabéns também Rico LinsThiago Lacaz, Gustavo Greco, Isac Bernardo Carvalho e Bloco Gráfico.
http://www.2018.goldenbee.org/laureates/
http://www.ecuadorposterbienal.com/seleccionados/​​​​​​​
Improváveis
24/07/2018
No próximo sábado, dia 28 de julho, estarei a partir das 14h no Edifício Anita para participar da primeira edição do evento "Improváveis", uma série de conversas à respeito de criatividade.
A conversa será com Rodolpho Pajuaba, criador do evento e Mariana Barros, artista. A ideia é discutir quais os limites da criatividade; não os finais, até onde ela vai, mas os iniciais, de onde ela vem.

Cartazes no México
17/07/2018
Tive 3 cartazes selecionados para a 15 Bienal del Cartel en México, trabalhos criados para a Delírio Cia de Teatro e Dimas Bueno. A Bienal acontece de 31 de outubro a 3 de novembro em Xalapa.
ABCDesign #58
12/07/2018
Em 1986 eu estava prestes a fazer vestibular para comunicação visual e, em julho, fui para a Polônia em uma visita cultural.
Nessa época o design já era uma certeza na minha vida, mas ao chegar em Cracóvia me deparei com paredes e muros tomados por cartazes maravilhosos, que anunciavam filmes, óperas, peças de teatro, exposições e tantas outras coisas.
O regime político ainda era fechado e a Polônia fazia parte da “cortina de ferro”. A censura era forte e a liberdade de expressão quase nenhuma, mas os designers e artistas tinham encontrado no cartaz uma maneira inteligente e artística de expressar suas opiniões, sem que os censores se dessem conta do que queriam dizer – acho que foi isso que moldou a dramaticidade e profundidade da escola polonesa de cartazes. 
Eu fiquei fascinado pela beleza e expressividade dessas obras de arte coladas nas paredes e, nesse momento, entendi que eu queria muito fazer isso profissionalmente. Parte da minha produção está nessa matéria que a ABCDesign publicou na edição 58 e que acaba de chegar às minhas mãos. Ainda que seja quase impossível sobreviver da produção de cartazes em um país onde essa mídia é bastante desprezada, o exercício de criação e produção deles é um dos maiores prazeres da minha vida. Obrigado mais uma vez pelo convite do Ericson Straub. Em tempo: a edição toda da ABCDesing 58 está muito bonita.
Head To Toe - The Nude In Graphic Design
13/06/2018
No ano passado fui convidado para participar desse livro lindo, editado por Mirko Ilić e Steven Heller, e que agora chegou impresso para mim. É um livro que investiga uma nova geração de artistas e as formas como eles se relacionam com uma das tradições mais célebres da história da arte: o nú. Repleto de cartazes, capas de livros, capas de revistas e anúncios, onde o corpo humano é representado algumas vezes de forma explícita, outras de forma discreta, outras de forma bem-humorada. São 312 páginas de muita beleza e nenhuma hipocrisia ;) Os trabalhos foram os cartazes para as peças Satyricon Delírio e Bonsai, criados para o Grupo Delírio Cia de Teatro.
Graphis Poster 2019
15/07/2018
O cartaz para a peça Organismo Kafka faturou uma prata na edição 2019 da Graphis Poster 2019. Com essa já são 19 medalhas entre a Graphis Poster e Graphis Design.

Back to Top